EXPOSIÇÃO NA GALERIA ARCO REVELA RECENTE TRABALHO ARTÍSTICO DE LUÍS SANTOS

Uma exposição antológica da obra do artista visual Luís Santos, intitulada “Algarve – Traços e Formas”, que inclui o seu mais recente projeto artístico, é inaugurada amanhã dia 15, na Galeria ARCO, na Cidade Velha, em Faro.

A exposição com curadoria da ALFA, é inaugurada esta quinta-feira, dia 15 de setembro pelas 18:00, ficará patente até 30 de setembro e inclui ainda um conjunto selecionado de imagens a partir de um repositório de desenhos e fotografias.

O seu trabalho criativo é exclusivamente infográfico e procura fazer sobressair o urbanismo algarvio na sua vertente típica com fortes ligações a um passado cada vez mais esquecido.

A exposição patente na sede da ALFA, contém seis dezenas de trabalhos que procuram caracterizar a arquitetura tradicional algarvia e a sua urbanidade mais genuína, Estão presentes aspectos de cidades como Faro, Loulé, Olhão, Tavira, Silves, entre outras.

Esta é também uma antologia do trabalho do artista que não pretende ser um resumo integral do seu percurso, mas antes apresentar-se como uma obra nova, construída e partir de um conjunto de desenhos e fragmentos anteriores, seguindo um fio condutor e uma identidade muito própria.

Luís Santos nasceu e vive em Faro e não expõe há mais de duas décadas. Frequentou o Liceu Nacional de Faro, a Escola Comercial e Industrial Tomás Cabreira, fez o curso no Instituto Superior de Educação Física e durante largos anos foi professor de Educação Física. Publicou quatro livros e foi produtor do projeto_multimédia sensorial«Faro, um passeio nos finais do Século XVIII».

Recorde-se que a curadoria da ALFA está também presente numa outra exposição, patente ao ar livre e em Faro, intitulada “Vozes fora da Guerra”, desenvolvida com o conceito LPI – Large Photo Installation no qual a partir de estruturas urbanas de design próprio, estão expostas fotografias de grande dimensão no Jardim Manuel Bivar .

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo