top of page

MORREU MANUEL BATISTA, ARTISTA PLÁSTICO E EX-DIRETOR DA GALERIA ARCO


Manuel Baptista nasceu em Faro em 1936. Entre 1957 e 1962 frequentou o curso de pintura da ESBAL, onde viria a ter atividade docente. No ano seguinte partiu para Paris como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian.

Expôs no 1º e 2º Salões de Arte Moderna da Sociedade Nacional de Belas Artes (1958 e 1959). Realizou a primeira exposição individual em 1961, na Galeria do Diário de Notícias, Lisboa; nesse mesmo ano participou na II Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Entre 1990 e 2003 assumiu a direção das galerias municipais Arco e Trem na cidade velha de Faro. Dois espaços que sempre foram sinónimo de exposições de arte de grandes nomes de renome nacional e internacional, como Pedro Cabrita Reis ou Jorge Molder. Recorde-se que atualmente a Galeria Arco é um espaço cultural com programação regular e gestão dinamizada pela ALFA – Associação Livre Fotógrafos do Algarve, Ar Quente e ATAF.

Uma outra faceta da sua produção artística foi apresentada em 2011, numa grande exposição no Museu da Eletricidade (MAAT), em Lisboa, patrocinada pela Fundação EDP.

Desde novembro de 2022 até à presente data, encontra-se patente no primeiro andar do novo Centro Expositivo Multimedia dos Descobrimentos, em Sagres a exposição “Territórios Invisíveis de Manuel Batista.


Natural de Faro em 2018 foi lhe outorgada a Medalha de Honra da Cidade , Grau Ouro.

Faleceu a 8 de abril de 2023, em Lisboa, aos 87 anos.

Continua a ser um dos nomes mais importantes das artes plásticas contemporâneas portuguesas.


A Direção da ALFA

25 visualizações0 comentário
bottom of page