top of page

OPEN CALL - EXPOSIÇÃO COLECTIVA MFA - MOSTRA DE FOTOGRAFIA E AUTORES


A CC11 e os seus parceiros organizam uma nova edição da MFA - Mostra de Fotografia e Autores, apresentando exposições colectivas e individuais, de autores nacionais e internacionais, com o seguinte calendário: agosto de 2024, Fábrica da Cerveja, Faro; novembro 2024, Jardins do Bombarda, Lisboa; fevereiro e março de 2025, Clube Fenianos, Porto.


Vimos convidar-te a participar na exposição central, que estará patente nas três cidades e para a qual elegemos como temas quatro dos objectivos de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030: Erradicar a Pobreza, Saúde de Qualidade, Cidades e Comunidades Sustentáveis, Proteger a Vida Marinha. Outros objectivos serão temas de edições seguintes.


Esta exposição é produzida pela organização, em materiais adequados a exteriores, como lonas e outros materiais resistentes e com dimensões impactantes.


Os autores são convidados a enviar entre uma e seis fotografias, apresentando a sua visão sobre as prioridades e aspirações do desenvolvimento global para 2030, com o enfoque na Pobreza, na Saúde, nas Cidades e Comunidades e na Vida Marinha.


Este convite é dirigido à comunidade de fotógrafos portugueses, residente em Portugal ou noutros países e aos fotógrafos estrangeiros, residentes em Portugal.


As fotografias enviadas serão objecto de uma seleção pelos curadores António Pedrosa, Clara Azevedo, Valter Vinagre e Vasco Célio.


PROCEDIMENTO:

  • cada autor pode enviar de uma até seis fotografias sobre um ou vários dos temas;

  • os ficheiros, em baixa resolução, devem ser colocados dentro de uma pasta com o título do tema;

  • envio das pastas para o endereço mfa.exposicoes@gmail.com : 18 - 30 junho;

  • seleção pela equipa de curadores, informação aos autores : 1 - 7 julho;

  • envio dos ficheiros em alta resolução : 8 -12 julho;

  • para o esclarecimento de qualquer dúvida devem utilizar o endereço mfa.exposicoes@gmail.com


António Pedrosa vive e trabalha no Porto, o seu trabalho centra-se principalmente na fotografia documental, explorando temas de desigualdade social e a relação com o território. Em 2014, fundou o COLECTIVO, uma plataforma dedicada a abordagens experimentais na fotografia documental. Os seus projetos são frequentemente publicados em revistas e jornais internacionais. Recebeu reconhecimento através de vários prémios e bolsas, incluindo Estação Imagem, PDN, Artist Initiative VSCO e Hasselblad Masters.


Clara Azevedo nasceu em Lisboa, estudou Design no IADE – Creative University, e Fotografia no AR.CO. Foi fotojornalista no jornal Expresso. A partir de 1995 inicia um percurso como fotógrafa independente, tendo desenvolvido vários projectos pessoais que deram origem a 14 livros. Está representada em várias coleções públicas e particulares. Foi fotógrafa oficial do Primeiro-Ministro António Costa desde 2016 até abril de 2024.


Valter Vinagre é um fotógrafo português (n. 1954, Avelãs de Caminho, Anadia) que produz imagens sobre a realidade sem se limitar a tipologias ou temas definidos. O lugar da cidade, a viagem e a paisagem podem ser motivos da sua fotografia, mas não a determinam. Submetem-se antes a uma reflexão e a um discurso sobre o real, num jogo onde se revelam e ocultam metáforas, retratos e gestos. Em 2016 foi galardoado com o Prémio Autores da SPA - Sociedade Portuguesa de Autores - Melhor Trabalho de Fotografia com a série “Posto de trabalho”. Em 2015 realizou o filme “Espera”, apresentado com a Exposição “Posto de trabalho” no Museu da Electricidade/MAAT em Lisboa. Em 2023 realizou o filme “ARO” apresentado no âmbito de “ O cerco de Lisboa” exposição colectiva com curadoria de Alejandro Castellote, apresentada no Arquivo Municipal de Lisboa – Fotográfico. Expõe regularmente em Portugal e estrangeiro desde 1986 Está representado em várias colecções públicas e privadas de Fotografia e de Arte.


Vasco Célio é um fotógrafo português nascido em Angola em 1975. Veio para Portugal em criança e desde então reside no Algarve. É a partir desta região que desenvolve uma profunda reflexão permanente e centrada num olhar documental sobre Portugal, sobre a Europa e sobre África. Esta constante pesquisa fotográfica já teve como resultado a publicação de livros e de álbuns fotográficos, além de exposições – tanto a solo como em conjunto com instituições, curadores, investigadores e outros artistas.



20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page