PATRIMÓNIO RELIGIOSO, FÉ E FOTOGRAFIA

O Património religioso português representa um vasto e riquíssimo espólio do nosso legado arquitectónico e cultural.

Constitui-se como um elemento fundamental da nossa própria

identidade como povo e como nação

e assume um lugar ímpar na multiculturalidade do mundo. E está vivo!

Vivo em cada Ser que o vive diariamente, lhe reconhece valor, dando-lhe sentido e continuidade. Testemunhar a vivência do Património é algo extraordinário. O Património religioso acolhe, congrega milhares de devotos que se entregam nas suas práticas religiosas, procurando uma comunhão com o divino. Assim tem sido ao longo de séculos. As igrejas, com a

sua arquitectura, elevam o espírito,

mergulhando de seguida o Ser num

ambiente de recolhimento, de interioridade, propiciados pelo silêncio profundo, pela luz ténue. Direi mesmo, Ser e espaço tornam-se unos rumo ao divino. Neste ato de entrega há algo único (e porque não dizer mágico - tantas vezes difícil de descrever), uma força e uma genuinidade capazes de mover montanhas, os obstáculos que cada um possui em seu interior e que impedem, muitas vezes, do usufruto da vida de acordo com a natureza humana. A Fé, com uma natureza transcendente é essa força transformadora e geradora de tantas coisas inexplicáveis ao senso comum.


Documentar momentos tão singulares, como forma de tributo, procurando-os imortalizar num dado instante, e para que estes se tornem também parte integrante de um Património cultural que se pretende cada vez mais rico, é o propósito deste projeto fotográfico.


ESPAÇO ALFA - Artigo de Paulo Côrte-Real publicado no Caderno de Artes Cultura.Sul de agosto de 2014


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo