A LIGAÇÃO ENTRE A FOTOGRAFIA E A POESIA

Existe uma ligação muito íntima entre a fotografia e a poesia, ambas são formas distintas de captar e expressar sentimentos. A dimensão do olhar na poesia revela-se imagem.

A imagem fotográfica destaca-se pela sua ação de flagrar o instante. Quando lemos um poema, tentamos imaginar pela descrição do mesmo, como seria aquele lugar, aquela pessoa, ou um pormenor qualquer evidenciado no poema. Entretanto, uma fotografia pode servir de inspiração para escrever um poema, segundo Clarice Lispector, “Fotografia é o retrato de um côncavo, de uma falta, de uma ausência”. A poesia seduz-nos

facilmente para viajarmos nas palavras e a fotografia faz-nos reviver um turbilhão de sensações e sentimentos. A poesia tem como desafio transmitir através das pa

lavras uma imagem, e a fotografia tenta substituir mil palavras, por uma imagem. Atualmente, a fotografia e a poesia enfrentam grandes desafios: dar asas à imaginação, ter a capacidade de reter

o olhar e despertar interesse no espectador, seja através de uma ação descrita num poema, ou da expressão que uma imagem pode transmitir. Por um lado, temos os amantes da fotografia, que tentam captar o melhor momento, ajustando as funções mais usuais na sua máquina fotográfica para obter o melhor enquadramento, uma iluminação perfeita, um bom contraste, entre outros pormenores. Numa outra situação, temos a preocupação de quem escreve, que implica num trabalho minucioso, principalmente na escolha das palavras, pois escrever um poema não é simplesmente agrupar palavras ao acaso, bem como fotografar, não é sinónimo de premir o botão para disparar e já está. Sendo assim, inspirem-se nesta estação cheia de cores para fotografar e ousem fotografar com alma, e não simplesmente

fazer disparos. O resultado pode ser surpreendente e motivador, com tons de poesia.


ESPAÇO ALFA - Artigo de Ana González publicado no Caderno de Artes Cultura.Sul de junho de 2014


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo